Pesquisar

Translate

19 de abr de 2015

Rótulos: Como ler as Informações?

RÓTULOS: COMO LER AS INFORMAÇÕES?

Quando olhamos o rótulo de uma embalagem notamos diferentes informações referentes ao valor energético, quantidades de proteínas e fibras, gorduras, colesterol, sódio, cálcio, entre outros. Como podemos decifrar estas mensagens?
O item que devemos prestar mais atenção ao ler o rótulo é o Valor Diário de Referência (%VD). Ele indica o percentual  do que estamos ingerindo comparado com uma quantidade diária de referência de nutrientes que devemos consumir para ter uma alimentação saudável. Estes valores são determinados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. Confira alguns destes valores na tabela abaixo:


Valores Diários de Referência fixados pela ANVISA

Valor Energético
2000 kcal
Observações:
Carboidratos
300 gramas
Cada 1 g ingerido fornece 4 kcal
Proteínas
75 gramas
Cada 1 grama ingerido fornece 6 kcal
Gorduras Totais
55 gramas
Cada 1 grama ingerido fornece 9 kcal
Gorduras Saturadas
22 gramas
Cada 1 grama ingerido fornece 9 kcal
Colesterol
300 mg
Consumido até o limite não é prejudicial
Fibra Alimentar
25 gramas
Uma alimentação equilibrada deve conter 25 g/dia
Sódio
2400 mg
Evitar ao máximo o consumo

Como exemplo vamos utilizar o rótulo de certa marca de macarrão instantâneo. Vamos considerar somente a quantidade de sódio do rótulo abaixo.
A quantidade da porção de macarrão instantâneo é de 85 gramas ( um pacotinho) e nela encontramos 1865 mg de sódio. Então, segundo a ANVISA, o Valor Diário de Referência é de 2400 mg de sódio/dia, vamos calcular qual o percentual de sódio que vamos ingerir se prepararmos esta "massinha".

2400 mg correspondem a 100% do Valor Diário permitido para consumo, 1865 mg correspondem a 78% deste valor. Vejam, ficarão faltando apenas  22%, isto é, 535 mg para estourar a taxa diária. O que será facilmente conseguido se ingerirmos, por exemplo, 2 fatias de pão de forma (616 mg) ou 100 g de batatas fritas (530 mg).

Abaixo, coloco os cálculos referentes ao %VD  e valor energético.


Elaboração: Prof. Paulo Silva